Quatis

Os quatis do parque Blossac
me lembram muito a mim mesmo

Como eu, foram trazidos
dos confins da América do Sul

Como eu, levam uma existência solitária
exceto na época de reprodução

Como eu, se sentem fora de lugar
em meio à fauna e flora poitevina

Mas a diferença é que se sabe que, em cativeiro,
eles viverão cerca de 14 anos

E quanto a mim, não há uma alma
pra me dizer quando é que tudo acaba

Poitiers, 27/04/2007

coati

Anúncios

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: